Bullying. Racismo. Preconceito. Esses são alguns dos temas que estão em alta ultimamente e com certeza trazem muitas dores de cabeça aos pais. Afinal pais e mães sonham em ter filhos solidários e que enxerguem que todos os seres humanos são iguais independentemente de raça, cor e credo.

Por isso, no post de hoje do Colégio Jatobá, daremos 4 dicas para que os pais ensinem solidariedade aos filhos. Confira:

O primeiro passo para quem quer mostrar ao filho a solidariedade é fazendo pequenos gestos solidários durante o dia. Certamente, o você já ouviu a frase “um exemplo vale mais do que mil palavras”.

Por esse motivo, ajude sua esposa ou seu esposo a fazer alguma atividade do dia-a-dia, como lavar a louça, ajudar na preparação do jantar, na limpeza da casa, etc., assim ficará mais fácil explicar para o seu filho que ele precisa ser bondoso e sempre que puder, ajudar os seus amigos.

Muitos acham que estão protegendo as crianças do sofrimento quando eles não ficam sabendo das situações de tristeza que a família está enfrentando. Essa é uma ideia errada, porque a partir dos três anos de idade os pequenos já estão preparados para lidar com essas circunstâncias.

Por isso, o segundo passo para que eles aprendam a ser solidários é mostrar a realidade. Uma maneira de fazer isso é levando a criança ao hospital quando um parente estiver doente, pois assim ficará fácil explicar que aquela pessoa está precisando de carinho e também de cuidados.

Se for preciso cortar gastos em casa, mostre para a criança o motivo pelo qual você está negando aquele pedido. Pode ter certeza que seu filho começará a agir de outra forma diante dessas situações.

Por fim, ensine o que é felicidade. Ninguém é feliz sozinho. Então explique para ele que a felicidade só é completa se todos ao seu redor estiverem desfrutando do mesmo sentimento.

E aí, gostou das nossas dicas?
Está esperando o que para começar com pequenos gestos hoje mesmo?